quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Desengonçar

Corda bamba nunca foi minha brincadeira preferida, mas a vida ensina e a gente vai levando como dá. A vida ensina e a gente segue não entendendo os deveres de casa quase que insuportáveis, sem direito a consulta a qualquer coisa que explique a equação do x que parece infinita. A vida ensina e que droga de professora rude, má, cruel. A vida ensina e engana a gente. Mas você odeia ser enganado e se joga no chão. E berra por dentro. Berra sossegadamente com o grito que implora por não ser ouvido, porque não convém. A vida ensina e eu quebro a pontinha do lápis. Olha lá, ela tá fazendo careta pra mim, tá vendo? Tá vendo? Ninguém vê, porque só tem a vida, eu e meu lápis quebrado. A vida ensina e eu só quero mesmo é... não, chegar em casa não. Eu só quero mesmo é a árvore do meu condomínio. Aquela que às cinco proporciona a sombra que se encaixa perfeitamente com o pôr-do-sol que me faz sorrir de tão lindo e me ilude por alguns segundos, porque final emocionante de filme termina com pôr-do-sol, sombra e sorrisos.

Mas eu tô além do charme da dor. Além de poesias tristes que uns malucos inventam por ai, tirando da tristeza a arte que eu realmente não entendo. A vida ensina e eu queria parecer menos louca, ainda que eu seja. A droga da vida ensina e é daquele tipo de professora que te coloca chapeuzinho de burro e ri. Ri de como você bambeia lindamente. Ri de como eles transformam sua tragédia em formosura, em coisa bonita de se ver. E quando o tempo acabou e você está livre do castigo a vida te convida a outro banquete de degustação amarga, como as lágrimas amargas que você não ousa derramar. Te coloca de pé, ainda que você esteja exausta, mas a vida ensina e foi pra isso que ela nasceu.

4 comentários:

Junior disse...

tá trsite, Rá? fica assim não, moça, tudo vai melhorar.
to aqui pra tudooooo

Mariana Machado :) disse...

"Te coloca de pé, ainda que você esteja exausta, mas a vida ensina e foi pra isso que ela nasceu."

muito bom !

Anônimo disse...

Mas uma árvore pode transformar as águas amargas em doces e palatáveis. Valdo. Eu te amo filha.

fernanda spinosa disse...

"Corda bamba nunca foi minha brincadeira preferida, mas a vida ensina e a gente vai levando como dá"

nunca gostei de corda bamba tbm uhaehauhe, nao gosto de nda q nao me deixe segura, mania de querer td no meu controle